Morashá

Curiosidades


Foi Ariel Sharon que atravessou o Canal de Suez durante a Guerra de Yom Kipur (1973), mudando assim o curso da guerra. Esta corajosa estratégia militar de Sharon foi fundamental na vitória de Israel sobre o Egito e a Síria.


O Rabi Eliyahu de Vilna, conhecido como o Gaon (Gênio) de Vilna, evitava dormir, pois quanto mais tempo dormisse, menos tempo teria para estudar a Torá. Quantas horas de sono ele se permitia por noite? Apenas duas!


De todas as festas judaicas, Pessach é a mais celebrada nos Estados Unidos. De acordo com uma pesquisa feita em 1990 pelo National Jewish Population Survey (NJPS), mais de 80% dos judeus norte-americanos participam de um Seder de Pessach.


Sir Moses Montefiore (1784-1885) fundou uma bolsa de valores em Londres e serviu como xerife da cidade. Foi nesta época que ele recebeu o título de "Sir" pela monarquia inglesa. Posteriormente, Montefiore se aposentou e passou a se dedicar a ajudar judeus oprimidos pelo mundo afora.


A girafa é um animal que apresenta características que, de acordo com a Torá, fazem dela um animal casher: ela tem casco fendido e rumina. Mas não é uma tradição judaica comer esse belo animal, pois as girafas são raramente encontradas fora da África e ninguém sabe como fazer o abate casher delas.


Em 1945, a Alemanha Oriental negou qualquer tipo de responsabilidade nacional pelo Holocausto e se recusou a oferecer reparações para sobreviventes judeus. Foi apenas em 1990 que a Alemanha Oriental admitiu culpa pelo Holocausto. Já a Alemanha Ocidental, a partir de 1951, concordou em compensar judeus pela perda de posses que eles sofreram durante a Segunda Guerra Mundial.


O nome do filho de Avraham e Sarah, Isaac, deriva da palavra hebraica "yitzhak"’, que significa "ele rirá". Isaac recebeu esse nome porque sua mãe, Sarah, riu quando D’us prometeu que ela teria um filho, apesar de sua idade avançada. O nome Isaac também refletiu a alegria de Abraão por ter um filho com sua esposa Sarah que, até então, não conseguira engravidar.


Os primeiros judeus na América do Norte eram sefaradim. No ano de 1700, havia apenas 300 judeus nos Estados Unidos. A partir do século 18, judeus alemães passaram a imigrar para os Estados Unidos e, apesar de serem ashkenazim, eles se afiliaram às sinagogas sefaraditas.