Morashá

Curiosidades


Sir Moses Montefiore (1784-1885) fundou uma bolsa de valores em Londres e serviu como xerife da cidade. Foi nesta época que ele recebeu o título de "Sir" pela monarquia inglesa. Posteriormente, Montefiore se aposentou e passou a se dedicar a ajudar judeus oprimidos pelo mundo afora.


O judaísmo revela que a Presença de D’us se revelava no Templo Sagrado de Jerusalém. Mesmo após a destruição do Segundo Templo, a plataforma onde se erguia o Templo continua sendo sagrada, pois o espírito de D’us nunca partiu de lá.


Os Manuscritos do Mar Morto são, em sua maioria, escritos em hebraico, mas alguns foram escritos em aramaico. Aramaico era a língua comum dos judeus na Terra de Israel durante o início do primeiro século da Era Comum. A descoberta dos Manuscritos contribuiu para um maior conhecimento de ambas as línguas.


Dia 3 do mês hebraico de Cheshvan, é a data de falecimento do mestre chassídico, Rabi Israel de Ruzhin (1797-1850). O Rebe de Ruzhin foi o bisneto do Rabi Dov Ber de Mezeritch, o Grande Maguid, que sucedeu o Baal Shem Tov na liderança do Movimento Chassídico.


Golda Meir foi a primeira e única mulher a ocupar o maior cargo político do Estado de Israel. Antes de se eleger primeira-ministra, ela foi a embaixadora na União Soviética, ministra do Trabalho e ministra das Relações Exteriores do Estado Judeu.


Em Tel Aviv, é proibido dirigir um carro na data de Yom Kipur – o dia mais sagrado do calendário judaico. Esta proibição não é apenas religiosa, mas civil também.


Os primeiros judeus na América do Norte eram sefaradim. No ano de 1700, havia apenas 300 judeus nos Estados Unidos. A partir do século 18, judeus alemães passaram a imigrar para os Estados Unidos e, apesar de serem ashkenazim, eles se afiliaram às sinagogas sefaraditas.


Inicialmente, o centro da comunidade judaica na Europa era a Alemanha, cujo nome na língua hebraica é “Ashkenaz”. Portanto, mesmo após os judeus terem sido espalhados pela Europa Oriental, eles continuaram a serem chamados de Ashkenazim.