Morashá

CIÊNCIAS


O que será das abelhas?

O que será das abelhas?

O mel, com sua doçura, é um dos símbolos principais de Rosh Hashaná. Mas sua produção está sendo ameaçada e os cientistas têm lançado um alerta sobre o forte declínio no número de abelhas no mundo.As abelhas estão no centro de um debate internacional.

Edição 89 - Setembro de 2015

Células-tronco em debate: Introdução

Células-tronco em debate: Introdução

O debate sobre células-tronco está na pauta da discussão política, filosófica e religiosa.É raro o dia em que o tema não esteja nas páginas dos jornais e nas manchetes dos noticiários. Visando ajudar o leitor a esclarecer suas dúvidas, Morashá traz, nesta edição, duas entrevistas exclusivas que tratam das polêmicas pesquisas com células-tronco embrionárias. Em uma destas, o cientista e professor Shimon Slavin, líder mundial no campo da imunoterapia oncológica e doenças auto-imunes, analisa os aspectos científicos da questão; e, na outra,o renomado rabino David Weitman aborda o assunto sob o ponto de vista da lei judaica.

Edição 50 - Setembro de 2005

Células-tronco em debate : Rabino Y. David Weitman responde

Células-tronco em debate : Rabino Y. David Weitman responde

O judaísmo opõe-se à pesquisa e às descobertas científicas? Utilizá-las é interferir na obra Divina?

Edição 50 - Setembro de 2005

Células-tronco em debate: Dr. Shimon Slavin responde

Células-tronco em debate: Dr. Shimon Slavin responde

O que são, exatamente, células-tronco e qual a sua origem?

Edição 50 - Setembro de 2005

INOVANDO NA MEDICINA

INOVANDO NA MEDICINA

Em paralelo ao êxito obtido no setor de tecnologia das ciências exatas, Israel destaca-se, também, no campo das biomédicas, investindo em pesquisas e atraindo o interesse da iniciativa privada. Transformar projetos de laboratório em produtos industrializados é um dos próximos desafios da sociedade israelense.

Edição 47 - Dezembro de 2004

A CONTRIBUIÇÃO JUDAICA À MEDICINA EM SÃO PAULO

A CONTRIBUIÇÃO JUDAICA À MEDICINA EM SÃO PAULO

A maior cidade brasileira celebrou recentemente 450 anos de existência. E a comemoração desta data aciona a memória daqueles que ajudaram a construir a grandeza de São Paulo. Como participante da comunidade judaica, recordo a contribuição dos que me antecederam, atuantes em diversas áreas do conhecimento humano, mas que deixaram marcas, em particular na medicina.

Edição 45 - Junho de 2004