Morashá

CARTA AO LEITOR:
ANO XI N.47 DEZEMBRO 2004

Mais uma vez nos preparamos para comemorar Chanucá, a Festa das Luzes, na qual celebramos a vitória dos macabeus sobre os antigos gregos - uma vitória militar que se expressou através de um milagre sobrenatural. Os judeus tinham apenas um frasco de óleo puro para acender a Menorá do Templo, em quantidade suficiente para um único dia, mas que, milagrosamente, durou oito. Em comemoração do triunfo do espírito judaico que não se dobrou ao helenismo grego, acendemos velas ou óleo durante as oito noites de Chanucá.

A luz é o tema central do judaísmo, pois a própria Torá é chamada de Luz. Nesta edição,Morashá aborda a vida de um de nossos maiores Sábios, Rabi Meir Ba'al Haness - cujo nome significa "aquele que emana luz". Rabi Meir, um dos grandes sábios da Mishná, núcleo da Torá Oral, é famoso por operar milagres em prol daqueles que ajudam os necessitados na Terra de Israel.

O poder do judaísmo e a força da fé foram também explorados pelo Rabino Laibl Wolf, que proferiu em outubro uma palestra na Sinagoga Beit Yaacov. No evento, o Rabino Wolf mostrou que o misticismo judaico contém ensinamentos que permitem ao homem reconquistar a confiança em si próprio para, assim, viver uma vida verdadeiramente significativa. O Rabino ressaltou que revoluções não se iniciam do lado de fora, mas no íntimo de cada pessoa, e que cada um de nós tem a capacidade de mudar o mundo. Quem não pôde ouvi-lo, terá a oportunidade de ler, nesta edição, um resumo de sua palestra.

Israel é tema de várias matérias, entre elas, a beleza de Eilat e as contribuições na área médica. O jornalista Zevi Ghivelder analisa as memórias e a visão do ex-presidente norte-americano Bill Clinton acerca do Oriente Médio, enquanto o articulista Jaime Spitzcovsky aborda as relações políticas entre Israel e os Estados Unidos neste próximo segundo mandato do presidente George W. Bush.

No dia 14 de dezembro deste ano, quando as comunidades judaicas de todo o mundo estiverem acendendo as velas de Chanucá, a Congregação e Beneficência Sefardi Paulista, a "Beit Yaacov", comemorará o 45º aniversário de sua fundação. Como forma de homenagear os membros da kehilá e relembrar momentos importantes, a Congregação e o Instituto Morashá de Cultura inaugurarão, nessa data, a primeira exposição do acervo do Centro de Memória Morashá. Serão expostos fotos e documentos da trajetória dos imigrantes de diferentes países do Oriente Médio que, com suas famílias, vieram construir vida nova na cidade de São Paulo.

A Beit Yaacov escolheu Chanucá para celebrar esta data em virtude de seu profundo significado. A festa das Luzes é primordialmente uma celebração da espiritualidade judaica. As chamas que ardem em Chanucá simbolizam que o judaísmo - e sua mensagem de bondade, justiça e devoção a D'us - sempre prevalecerão, irradiando luz em nossas vidas.

Chanucá Sameach a todos os leitores e um Yom Huledet Sameach à Kehilá Beit Yaacov!

LEIA A CARTA NA ÍNTEGRA...

CARTA AO LEITOR:
ANO XI N.47 DEZEMBRO 2004

Mais uma vez nos preparamos para comemorar Chanucá, a Festa das Luzes, na qual celebramos a vitória dos macabeus sobre os antigos gregos - uma vitória militar que se expressou através de um milagre sobrenatural. Os judeus tinham apenas um frasco de óleo puro para acender a Menorá do Templo, em quantidade suficiente para um único dia, mas que, milagrosamente, durou oito. Em comemoração do triunfo do espírito judaico que não se dobrou ao helenismo grego, acendemos velas ou óleo durante as oito noites de Chanucá.

A luz é o tema central do judaísmo, pois a própria Torá é chamada de Luz. Nesta edição,Morashá aborda a vida de um de nossos maiores Sábios, Rabi Meir Ba'al Haness - cujo nome significa "aquele que emana luz". Rabi Meir, um dos grandes sábios da Mishná, núcleo da Torá Oral, é famoso por operar milagres em prol daqueles que ajudam os necessitados na Terra de Israel.

O poder do judaísmo e a força da fé foram também explorados pelo Rabino Laibl Wolf, que proferiu em outubro uma palestra na Sinagoga Beit Yaacov. No evento, o Rabino Wolf mostrou que o misticismo judaico contém ensinamentos que permitem ao homem reconquistar a confiança em si próprio para, assim, viver uma vida verdadeiramente significativa. O Rabino ressaltou que revoluções não se iniciam do lado de fora, mas no íntimo de cada pessoa, e que cada um de nós tem a capacidade de mudar o mundo. Quem não pôde ouvi-lo, terá a oportunidade de ler, nesta edição, um resumo de sua palestra.

Israel é tema de várias matérias, entre elas, a beleza de Eilat e as contribuições na área médica. O jornalista Zevi Ghivelder analisa as memórias e a visão do ex-presidente norte-americano Bill Clinton acerca do Oriente Médio, enquanto o articulista Jaime Spitzcovsky aborda as relações políticas entre Israel e os Estados Unidos neste próximo segundo mandato do presidente George W. Bush.

No dia 14 de dezembro deste ano, quando as comunidades judaicas de todo o mundo estiverem acendendo as velas de Chanucá, a Congregação e Beneficência Sefardi Paulista, a "Beit Yaacov", comemorará o 45º aniversário de sua fundação. Como forma de homenagear os membros da kehilá e relembrar momentos importantes, a Congregação e o Instituto Morashá de Cultura inaugurarão, nessa data, a primeira exposição do acervo do Centro de Memória Morashá. Serão expostos fotos e documentos da trajetória dos imigrantes de diferentes países do Oriente Médio que, com suas famílias, vieram construir vida nova na cidade de São Paulo.

A Beit Yaacov escolheu Chanucá para celebrar esta data em virtude de seu profundo significado. A festa das Luzes é primordialmente uma celebração da espiritualidade judaica. As chamas que ardem em Chanucá simbolizam que o judaísmo - e sua mensagem de bondade, justiça e devoção a D'us - sempre prevalecerão, irradiando luz em nossas vidas.

Chanucá Sameach a todos os leitores e um Yom Huledet Sameach à Kehilá Beit Yaacov!


ISRAEL HOJE

Israel e o segundo mandato de George W. Bush

Israel e o segundo mandato de George W. Bush

O presidente norte-americano, George W. Bush, deverá manter em seu segundo mandato a mesma aliança estratégica dos últimos quatro anos com Israel e com o primeiro-ministro Ariel Sharon. Fortalecido por uma sólida vitória nas urnas em 2 de novembro, o republicano indica a manutenção de sua política externa, modelada principalmente pela guerra contra o terrorismo.

Edição 47 - Dezembro de 2004

ISRAEL HOJE

Israelenses ganham Nobel de Química

Israelenses ganham Nobel de Química

Os israelenses Aaron Ciechanover e Avram Hershko, do Technion - Instituto Tecnológico de Haifa, e o norte-americano Irwin Rose, da Universidade da Califórnia, dividiram o Prêmio Nobel de Química de 2004. É a primeira vez que dois israelenses recebem o Nobel na área das ciências exatas.

Edição 47 - Dezembro de 2004

ISRAEL HOJE

O KIBUTZ URBANO, UMA NOVA ESPERANÇA

O KIBUTZ URBANO, UMA NOVA ESPERANÇA

Mas o que é um kibutz urbano? Antes de tentar traçar suas metas é preciso encarar o fato de que no Israel de hoje, o kibutz de antigamente, cujo modelo foi implantado pelos pioneiros sionistas, está em vias de desaparecer.

Edição 47 - Dezembro de 2004

ISRAEL HOJE

A MAGIA DE EILAT

A MAGIA DE EILAT

Ao final do deserto do Neguev, no extremo sul de Israel, está um dos principais balneários do país. Mesclando a magia do deserto e os mistérios do mar, Eilat atrai turistas principalmente durante os meses do inverno no hemisfério norte, quando as baixas temperaturas, a neve e os ventos gelados levam especialmente os europeus a buscarem opções mais quentes.

Edição 47 - Dezembro de 2004

HOLOCAUSTO

Por que Auschwitz não foi bombardeada?

Por que Auschwitz não foi bombardeada?

HÁ 60 ANOS, DURANTE OS MESES DE MARÇO A JULHO DE 1944, ENQUANTO CENTENAS DE MILHARES DE JUDEUS HÚNGAROS ERAM DEPORTADOS PARA O COMPLEXO DE EXTERMÍNIO NAZISTA DE AUSCHWITZ-BIRKENAU, LÍDERES E ENTIDADES JUDAICAS FAZIAM APELOS DESESPERADOS AOS GOVERNOS NORTE-AMERICANO E BRITÂNICO.

Edição 47 - Dezembro de 2004

COMUNIDADES DA DIÁSPORA

OS JUDEUS NA TURQUIA

OS JUDEUS NA TURQUIA

Hoje um país predominantemente muçulmano, a Turquia foi palco de muitos eventos mencionados na Torá. O Monte Ararat, onde atracou a arca de Noé, após o dilúvio, localiza-se na região leste do país. Os descendentes de Noé se espalharam pela região de Anatólia.

Edição 47 - Dezembro de 2004

COMUNIDADES DA DIÁSPORA

A BELEZA DA TURQUIA JUDAICA

A BELEZA DA TURQUIA JUDAICA

Atualmente, há cerca de 27 mil judeus vivendo na Turquia, dos quais 24 mil em Istambul. Localizada na passagem marítima entre o Mar Negro e o Mediterrâneo, Istambul - a tão decantada Constantinopla - é a ponte entre Oriente e Ocidente.

Edição 47 - Dezembro de 2004

VARIEDADES

Instituto Morashá de Cultura recebe 1º Prêmio K de Responsabilidade Social

Instituto Morashá de Cultura recebe 1º Prêmio K de Responsabilidade Social

O Espaço K - Centro de Juventude Judaica Brachá Caroline - comemorou o seu primeiro aniversário de maneira original e muito humanitária, num claro sinal de que a geração jovem da comunidade tem plena consciência de sua própria responsabilidade como judeus e como cidadãos integrados no meio que os cerca. Prestou uma homenagem às entidades, empresas e empresários que se destacam pelo trabalho que realizam em prol da comunidade.

Edição 47 - Dezembro de 2004

VARIEDADES

Bandeirantes Espirituais do Brasil

Bandeirantes Espirituais do Brasil

Quem conduz esta narrativa é o próprio autor do livro, o Rabino Y. David Weitman, estudioso belga que chegou ao Brasil em 1979 e desde 1993 atua como Rabino na Sinagoga Beit Yaacov. Entusiasmado pela riqueza espiritual dos judeus que encontrou por aqui, o Rabino David tornou-se perito e principal pesquisador dos manuscritos judaicos do período colonial.

Edição 47 - Dezembro de 2004

LEIS, COSTUMES E TRADIÇÕES

Comemorando a gravidez: Fyesta de Fashadura

Comemorando a gravidez: Fyesta de Fashadura

A comemoração de uma gravidez nunca foi parte do ritual judaico; trata-se de costume relativamente recente. praticado em apenas algumas comunidades sefaraditas, este costume tem vários significados e interpretações advindos das tradições dos judeus da Espanha, Turquia e Israel.

Edição 47 - Dezembro de 2004

MISTICISMO

Como alcançar o equilíbrio entre o corpo e a alma

Como alcançar o equilíbrio entre o corpo e a alma

A convite do Instituto Morashá de Cultura e do beit Chabad Morumbi, esteve novamente no Brasil o rabino Laibl Wolf. Vivendo atualmente na Austrália, além de advogado e psicólogo, é profundo conhecedor da Cabalá e das filosofias orientais.

Edição 47 - Dezembro de 2004

BIOGRAFIAS

CLINTON, UM AMIGO DE ISRAEL

CLINTON, UM AMIGO DE ISRAEL

Em dezembro de 1981, ao lado da mulher Hillary e instado por seu amigo e mentor, o pastor W.O. Vaught, o jovem Wiliam Jefferson Clinton visitou a Terra Santa.

Edição 47 - Dezembro de 2004

ARTE E CULTURA

A MECENAS DA ARTE MODERNA

A MECENAS DA ARTE MODERNA

Peggy Guggenheim foi uma das mais importantes mecenas e colecionadoras de arte do século XX. O nome Guggenheim é sinônimo de arte em todo o mundo.

Edição 47 - Dezembro de 2004

JUDAISMO NO MUNDO

Abayudaya: Práticas judaizantes em Uganda

Abayudaya: Práticas judaizantes em Uganda

Em meio às montanhas verdes da região oriental de Uganda, próximo à cidade de Mbale, uma pequena comunidade de aproximadamente 600 pessoas vive dentro dos preceitos judaicos, fazendo a circuncisão em seus filhos no oitavo dia após o nascimento, seguindo as leis da cashrut, reverenciando e respeitando o Shabat, comendo matzá em Pessach, jejuando e tocando o shofar em Yom Kipur.

Edição 47 - Dezembro de 2004

CIÊNCIAS

INOVANDO NA MEDICINA

INOVANDO NA MEDICINA

Em paralelo ao êxito obtido no setor de tecnologia das ciências exatas, Israel destaca-se, também, no campo das biomédicas, investindo em pesquisas e atraindo o interesse da iniciativa privada. Transformar projetos de laboratório em produtos industrializados é um dos próximos desafios da sociedade israelense.

Edição 47 - Dezembro de 2004

PROFETAS E SÁBIOS

Rabi Meir: o Mestre dos Milagres

Rabi Meir: o Mestre dos Milagres

Um dos ensinamentos judaicos sustentados por nossos sábios e místicos conta que a alma de Rabi Meir intercede em favor daqueles que contribuem para o sustento dos nossos irmãos menos favorecidos e dos que dedicam a vida ao estudo da Torá, em Israel.

Edição 47 - Dezembro de 2004

CHANUCÁ

Celebrando Chanucá

Celebrando Chanucá

A festa de Chanucá inicia-se no dia 25 de Kislev, este ano dia 7 de dezembro, à noite, e vai até 3 de Tevet - 14 de dezembro à noite. Desde a histórica vitória dos macabeus sobre os assírios ocorrida em 165 aEC, os judeus celebram Chanucá durante oito dias.

Edição 47 - Dezembro de 2004

CHANUCÁ

A LUZ DO MUNDO

A LUZ DO MUNDO

Chanucá, a festividade de oito dias que se inicia na noite de 25 de Kislev (este ano, após o anoitecer do dia 7 de dezembro), celebra um grande milagre na história judaica, ocorrido há mais de 21 séculos. A história é muito conhecida, mas sempre se aprende algo ao recontá-la.

Edição 47 - Dezembro de 2004