Morashá

MULHERES BÍBLICAS


MÍRIAM, A PROFETISA

MÍRIAM, A PROFETISA

“E tomou Míriam, a profetisa, irmã de Aarão, um tamborim na sua mão e saíram todas as mulheres atrás dela, com tamborins e dançando; e respondeu-lhes Míriam:Cantemos ao Eterno porque gloriosamente Se enaltece, o cavalo e seu cavaleiro que Ele lançou ao mar” (Êxodo, 15:20).

Edição 32 - Abril de 2001

Rachel Imeinu

Rachel Imeinu

Rachel, considerada a mãe espiritual do Povo Judeu, simboliza o auto-sacrifício assim como a redenção. A profecia de Jeremias dizia que a Terra Santa seria recuperada e o povo se reuniria devido à compaixão do Todo Poderoso por Rachel. Somente ela, que sempre demonstrara verdadeira piedade e misericórdia, poderia invocar e receber a mesma misericórdia do Eterno. 

Edição 88 - Junho de 2015

Rachel, Imenu

Rachel, Imenu

A vida de nossa matriarca Rachel foi curta, mas intensa como uma chama que arde e queima intensamente antes de ser consumida. Foi marcada pelo grande amor que a unia a Jacob, nosso terceiro patriarca, e por muito sofrimento até conseguir conceber.

Edição 62 - Setembro de 2008

Judite, salvadora de um povo

Judite, salvadora de um povo

As mulheres judias têm seu merecido lugar no palco da bravura e do heroísmo judaicos, entre elas está Yehudit. A história da fé e coragem desta mulher de valor tem passado de geração em geração. Em Chanucá relembramos as proezas dessa filha do povo de Israel cujos pensamentos e atos só tinham um objetivo: seu povo e seu D'us.

Edição 51 - Dezembro de 2005

REBECA, A SEGUNDA MATRIARCA

REBECA, A SEGUNDA MATRIARCA

Corajosa, decidida e generosa. Estas são algumas características da personalidade de Rebeca, esposa de Itzhak e segunda matriarca do povo judeu.

Edição 40 - Março de 2003

A HISTÓRIA DA RAINHA ESTHER

A HISTÓRIA DA RAINHA ESTHER

Há muitos e muitos anos passados, havia um monarca muito poderoso que reinava desde a Índia até a Etiópia, sobre cento e vinte e sete províncias. Chamava-se Assuero e sua esposa, Vashti, era a mais bela mulher de toda a região. No terceiro ano do seu reinado, Assuero convidou todos os príncipes das outras províncias para lhes mostrar, durante 180 dias, a riqueza e magnificência do seu reino.

Edição 39 - Dezembro de 2002