Morashá
Projeto Noivas Foto Ilustrativa

Projeto Noivas

No judaísmo, a mitzvá de hachnassat kalá - de dotar uma noiva - é amplamente recompensada.

Edição 62 - Setembro de 2008


O segredo da existência do Povo de Israel é a santidade da família. Portanto, quando um casal se prepara para o dia do casamento e para constituir família, é fundamental que receba uma sólida orientação para iniciar esta nova etapa de sua vida embasado nos valores e tradições do judaísmo. A dizer, uma formação que oriente os noivos acerca da pureza familiar, da importância de Shalom Bait (paz no lar), do amor e respeito ao cônjuge, além de outros inúmeros conselhos práticos.

Dentro desta filosofia, nasceu o Projeto Noivas, em 1999, graças ao empenho de um grupo de voluntárias coordenadas pela Rabanit Ruth Laniado. Criado para atender uma demanda da comunidade em função das transformações sócio-econômicas do País, o projeto visa ajudar futuras noivas e seus familiares nos preparativos para o grande momento que se aproxima.

"Durante anos, recebemos casais para orientação, a fim de constituírem um lar fiel aos princípios do Povo Judeu. Certo dia, alguém indagou: 'Por que oferecer apenas ajuda espiritual? O que acontece aos que necessitam também de ajuda material?' Naquele instante nasceu a idéia do Projeto Noivas", conta a Rabanit, ressaltando o entusiasmo das voluntárias desde a primeira reunião. A idéia de ajudar noivas menos favorecidas foi um denominador comum. Dentro do judaísmo, a mitzvá de Hachnassat Kalá, de dotar a noiva, é amplamente recompensada.

Para enfatizar a importância da mitzvá, a coordenadora do Projeto Noivas conta uma história que aconteceu com uma amiga da esposa do Gaon de Vilna. Segundo a narrativa, duas amigas arrecadavam dinheiro para ajudar noivas necessitadas nos preparativos do casamento. A amizade entre elas era tão grande, que prometeram uma à outra que, aquela que falecesse primeiro, apareceria em sonho à outra. E lhe contaria o que acontece lá em cima. Anos depois, uma delas faleceu e, conforme o prometido, apareceu em sonho à amiga. Contou que não poderia revelar muito, apenas que recebia muitas honras e benefícios. Ela perguntou: "Lembras aquela vez quando passava na rua um homem de posses e eu apontei para ele e te disse 'Vamos pedir-lhe ajuda para as noivas?' Apenas apontar para alguém que poderia ajudar noivas me valeu para merecer as recompensas e o respeito que tenho desfrutado".

Para se compreender a importância da ajuda às noivas na tradição judaica, pode-se recorrer ao Shulchan Aruch, no qual está descrita a santidade de um Sefer Torá. Se uma pessoa estiver em situação financeira difícil, a ponto de não ter o que comer, nem assim poderá vender o Sefer Torá. Deverá buscar outra opção. Contudo, para ajudar uma noiva órfã a se casar, pode-se vender o Sefer Torá.

O Projeto Noivas vem atraindo cada vez mais colaboradoras; são pessoas que buscam no trabalho voluntário uma satisfação interior. Trabalham para transformar o dia do casamento em um momento inesquecível na vida dos noivos.

O projeto cresceu de tal maneira que, atualmente, além de ajudar as noivas com o enxoval e a festa de casamento, foi criado um novo serviço para quem necessita de trajes para ocasiões festivas e momentos especiais. Dentro da iniciativa de ampliação, foi inaugurado em março deste ano, um espaço para exposição das possíveis doações, para facilitar potenciais doadores. Os interessados podem fazer agendamento prévio com Helena 3082-4308 e Bela 3228-0946.

Tua mulher será como uma videira frutífera nos recintos internos do teu lar; teus filhos serão como rebentos de oliveira em torno de tua mesa. (Salmo 128)

É um mandamento positivo alegrar os noivos e dançar diante deles. deve-se, também, louvar e elogiar a noiva diante do noivo. (shulchan aruch, o código da lei judaica)