Morashá
LIVROS Foto Ilustrativa

LIVROS

Anti-semitismo: Nunca mais?

Edição 50 - Setembro de 2005


Anti-semitismo: Nunca mais?

por Abraham H. Foxman - Editora Francis

"Nunca Mais", é de autoria de Abraham H. Foxman, diretor da Liga Anti-Difamação - ADL, uma das vozes mais proeminentes da atualidade na luta contra o ódio, a discriminação nos Estados Unidos e em outras partes do mundo. A obra de Foxman, com prefácio de Elie Wiesel, é um alerta para a ameaça do novo anti-semitismo no panorama internacional. Ao longo das páginas, "Nunca Mais" mostra que o anti-semitismo continua sendo uma forma perniciosa de intolerância étnica e religiosa, com conseqüências para toda a humanidade. Ao explorar a história do anti-semitismo, Foxman estimula uma discussão crucial das medidas que devem ser tomadas para evitar que este século testemunhe uma repetição dos horrores do século passado. Para o autor, o mundo se defronta hoje com uma ameaça tão grande contra a tranqüilidade e segurança do povo judeu quanto a dos anos 1930.

Refletindo com Dan
por Rony Dayan - Editora Maayanot

O livro "Refletindo com Dan" consegue captar a atenção do leitor, por sua leitura prazeirosa, ao mesmo tempo em que aborda assuntos profundos sobre a vida e o mundo. Por que existimos? O que há por de trás do universo? Qual o objetivo de nossas vidas? Estas questões são levantadas e respondidas de forma simples e direta, com base na literatura Talmúdica, sem deixar de lado o aspecto individual e particular de cada leitor. Sem dúvida, uma leitura obrigatória para aqueles que querem melhorar o conteúdo de suas vidas.

A Poltrona Vazia
por Sandra Saruê e Marcelo Boffa - Editora Melhoramentos

Baseado em uma história real de amizade entre um menino e seu avô, "A Poltrona Vazia" é um livro comovente (e não triste), onde a autora aborda algo que é muito difícil de explicar para as crianças: a perda de uma pessoa querida, como um parente, um vizinho, um amigo. A primeira perda costuma ser a dos avós. Aqueles que nunca esquecemos e que fazem tudo o que seus netos querem. De forma simples, narra como se deve encarar, sem medo, esse acontecimento que faz parte da ordem natural da vida.