Morashá

Omer

A Torá nos manda contar o período do Omer, que se inicia no segundo dia de Pessach.


A Torá nos manda contar o período do Omer, que se inicia no segundo dia de Pessach. Na antiga Israel era o dia que os judeus levavam ao Templo de Jerusalém uma oferenda dos novos grãos. Após a data, iniciava-se, então, a Contagem do Omer, em hebraico de Sefirat HaOmer, que durava 49 dias. No 50º, celebrava-se Shavuot.

Toda noite, durante essas sete semanas, recitamos uma benção e contamos o Omer. Essa contagem tem o propósito de nos lembrar da ligação entre Pessach, que celebra o êxodo judaico do Egito, e Shavuot, que comemora o recebimento da Torá. O Omer lembra que a redenção completa dos judeus só ocorreu quando eles receberam a Torá de D’us no Monte Sinai.

A Contagem

A Contagem do Omer deve ser sempre feita de pé, após o aparecer das estrelas, quando segundo a tradição judaica um novo dia começa. Em seguida, diz-se a berachá:

Baruch Ata A-do-nai, E-lo-henu Melech haolam, asher kideshanu bemitsvotav, vetsivanú al sefirat Ha-Omer.

Bendito és Tu, Eterno, nosso D'us, Rei do Universo que nos santificaste com Teus mandamentos e nos ordenaste contar o Omer.

Em seguida, diz-se o número de dias da Contagem, por exemplo:

Hoje é o dia 1 da contagem do Omer;

Hoje é o dia 2 da contagem;...

Hoje é o dia 7 da contagem do Omer, ou seja uma semana...

A Contagem do Omer se encerra no dia 49, quando recitamos: Hoje é o dia 49 da contagem, ou seja sete semanas.

Se alguém esquecer em alguma noite de contar o Omer, poderá fazê-lo no dia seguinte, porém sem dizer a berachá. Se a pessoa esquecer de contar o Omer também no dia seguinte, não mais poderá recitar a berachá durante os dias remanescentes. Porém, mesmo no caso de não mais poder recitar a berachá, a pessoa deve continuar contando os dias do Omer.

A Contagem do Omer pode ser realizada em qualquer idioma, porém o costume é fazê-lo em hebraico. A lista dos dias e informações mais detalhadas podem ser encontradas em qualquer Sidur.