Morashá
Raízes de uma Jornada Foto Ilustrativa

Raízes de uma Jornada

Para as novas gerações, filhos e netos desses imigrantes, a exposição, organizada a partir do acervo do Centro de Memória Morashá, foi o resgate de um mundo rico em religiosidade, cultura, educação e tradições que ficou para trás, mas que não se perdeu no tempo graças aos registros fotográficos, documentos e objetos que compuseram a mostra.

Edição 48 - Abril de 2005


Foi como se o passado estivesse ganhando autêntica nova vida, numa torrente de recordações tanto amenas quanto pesarosas.

Para as novas gerações, filhos e netos desses imigrantes, a exposição, organizada a partir do acervo do Centro de Memória Morashá, foi o resgate de um mundo rico em religiosidade, cultura, educação e tradições que ficou para trás, mas que não se perdeu no tempo graças aos registros fotográficos, documentos e objetos que compuseram a mostra.

No que toca ao visual, com predominância para as comunidades judaicas da Síria e do Líbano, a exposição se desdobrou numa série de painéis contendo fotografias que mostraram encontros de famílias, diversos rituais de casamentos, instantes inesquecíveis de fé e devoção nas celebrações das festividades e dias sagrados do judaísmo, professores e alunos de diferentes idades em diversas escolas, flagrantes descontraídos de pessoas em momentos de lazer numa época tranqüila e que parecia estável e, em destaque, dezenas de imagens de judeus, homens, mulheres e crianças, sob a legenda "nos rostos e nas expressões de cada judeu, os perfis da permanência do povo".

A par dos registros fotográficos, e de objetos relacionados à liturgia e peças de vestuário, a exposição "Raízes de uma Jornada" apresentou preciosos documentos originais como passaportes, certidões de casamentos, papéis de transações financeiras, diplomas escolares e outros afins, constituindo em seu todo um panorama vivo de como viviam as comunidades judaicas de Beirute e de Alepo, antes que os acontecimentos políticos e convulsões sociais as tivessem lançado no rumo da diáspora.

Considerada em toda a sua abrangência, a exposição reviu com permanente emoção a trajetória dos imigrantes que, com suas famílias, vieram construir novas vidas na cidade de São Paulo Assim, "Raízes de uma Jornada" prestou um justo tributo à geração que enfrentou e venceu os mais angustiantes desafios da sobrevivência, deixando um legado de honradez e fidelidade às suas origens nacionais e religiosas, para que possa ser seguido, ao longo dos tempos, por seus descendentes.