Morashá

PERSONALIDADES


A Juíza Ruth Bader Ginsburg

A Juíza Ruth Bader Ginsburg

Ícone feminista, primeira mulher judia a fazer parte do seleto grupo de juízes da Corte Suprema dos Estados Unidos, e fenômeno cultural pop, com meros 1, 55 m ela foi um gigante desta geração.

Edição 109 - Dezembro de 2020

Itzhak Rabin, um símbolo

Itzhak Rabin, um símbolo

Ele foi mais do que um militar, mais do que um diplomata, mais do que um estadista. No transcurso do 25º aniversário de seu trágico assassinato, Itzhak Rabin se reafirma como um símbolo do novo judeu que emergiu e surpreendeu o mundo nos primeiros anos do século vinte, um novo ser humano: forte, altivo e determinado, insumbmisso à opressão dos guetos, obstinado na luta pela restauração da soberania judaica em sua pátria ancestral.

Edição 109 - Dezembro de 2020

Contrariando as circulares secretas do Governo Vargas

Contrariando as circulares secretas do Governo Vargas

A trajetória do embaixador brasileiro Luis Martins de Souza Dantas, um dos melhores exemplos contra o antissemitismo endossado pelo governo de Getúlio Vargas.

Edição 108 - Setembro de 2020

Zeev Jabotinsky

Zeev Jabotinsky

Amado por seus admiradores e odiado por seus opositores, Jabotinsky é uma das figuras mais importantes e controvertidas na história do sionismo. Ele é parte de uma geração de grandes líderes sionistas como Herzl, Ben Gurion, Weizmann, entre tantos outros, cujo sonho era criar um Estado Judeu. Apesar de divergir, todos eram imbuídos de um incansável idealismo e um profundo amor por seu povo.

Edição 107 - Abril de 2020

Enzo Sereni - Um Nome Para A História

Enzo Sereni - Um Nome Para A História

Justamente por ter sido italiano, é lícito acrescentar ao nome de Enzo Sereni o aposto de Homem da Renascença, tais eram suas múltiplas qualidades, virtudes e inteligência. Ele foi uma referência do sionismo italiano nos anos de1920 e nas décadas seguintes um devotado pioneiro, agente secreto e um dos pilares da comunidade judaica, o yshuv, na Terra de Israel no mandato britânico.

Edição 105 - Setembro de 2019

Sydney Brenner, Prêmio  Nobel de Medicina em 2002

Sydney Brenner, Prêmio Nobel de Medicina em 2002

Judeu sul-africano, filho de imigrantes do Leste Europeu, Brenner faleceu em abril de 2019 em Singapura, aos 92 anos de idade. Pioneiro na área da Biologia Molecular, é considerado um dos principais biólogos moleculares do século 20 e suas pesquisas levaram a conhecimentos cruciais sobre as doenças humanas.

Edição 104 - Junho de 2019